Seminários Temáticos


ST01 Participação em Políticas Públicas I: Movimentos, Políticas Educacionais, Política Urbana e Habitacional 

Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 03
1ª Sessão: Estado, governo e movimentos sociais
Coordenadora: Luciana Antonini 
Debatedora: Maria Jardim (UNESP)
  • Participação no governo Lula: a incorporação de pautas do FNRU nas políticas públicas do Ministério das Cidades (2003-2010). Lizandra Serafim (UNICAMP, UFPB)
  • Os militantes no poder: lideranças negras nos espaços institucionais em Sergipe. Aline Ferreira da Silva (UFS)
  • Movimentos sociais: novas institucionalidades participativas e outras agendas políticas. Rosangela Dias da Paz (PUC-SP); Maria Lucia Carvalho da Silva (PUC-SP)
  • La participación popular en la gestión pública como política para la transformación del Estado venezolano. Ninmar Colina (Universidad Bolivariana de Venezuela)
  • O Estado movimentista: Movimento pela Reforma Sanitária no governo Lula (2003-2010). Monika Dowbor (CEBRAP)
  • Políticas públicas de participação social nos anos do governo Lula: a agenda educacional. Tiago Leandro da Cruz Neto (UFAL)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 03
2ª Sessão: Participação e Educação
Coordenador: João Carlos Zuin (UNESP)
Debatedora:  Monika Dowbor (CEBRAP)
  • Agendas y agentes en la reforma magisterial en el post autoritarismo: sindicalismo magisterial y reforma de la regulación del trabajo docente en Perú. Yolanda Rodríguez González (UFF, PUCP)
  • Políticas educacionais, controle social e socialização da política: um estudo de caso no campo da educação ambiental. Eduardo d’Avila (UFRJ)
  • Distâncias e interfaces entre descentralização e democratização das políticas públicas de formação de professores: um olhar sobre agendas/agentes, por meio do Programa Prodocência do FOPE/UEL. Ângela Maria de Sousa Lima (UEL); Angélica Lyra de Araújo (UNESP)
  • A gestão local e a escola enquanto organização social comunitária: alguns apontamentos sobre a gestão participativa. Adriana Guimarães Dias (UNESP); Edson do Carmo Inforsato (UNESP)
  • Atrelando participação política e formação cidadã ao ensino técnico através de projeto de HAE. Daniel Bruno da Silva (CEETEPS); Juliana Pereira Cardoso (CEETEPS); André Galindo da Costa (USP)
  • O povo Xukuru e sua participação no PIBId Diversidade: por uma política educacional de respeito à diferença. Maria Valdenice Alves de Alencar (UFPE); Jaqueline Barbosa da Silva (UFPE); Fátima Aparecida Silva (UFPE)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 03
3ª Sessão: Participação e Política Urbana e Habitacional
Coordenadora: Monika Dowbor (CEBRAP)
Debatedor: Rafael Orsi (UNESP)
  • O PAC e a gestão democrática da cidade: o caso da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Ana Carolina Christovão (USP); Thiago Lima Matiolli (UFRJ)
  • ¿Qué participación para qué ciudadanos?: una mirada desde al diseño de la política en el área de la vivienda y la educación en Uruguay. Natalia Bisio Carvallo (Universidad de La República del Uruguay); Natalie Robaina (Universidad de la República del Uruguay)
  • A participação dos movimentos sociais nas políticas ambientais urbanas: conquista ou utopia? Luciana Antonini
  • Participação pública no Estatuto da Cidade: uma reavaliação do conteúdo do instituto. Pedro Henrique Vasques (UERJ)
  • Programa Minha Casa Minha Vida em Goiânia: avaliação da participação nas políticas públicas de habitação. Marcelo Soldan Garbelim (UFG); Fábio Luiz Ferreira (UFG)
  • Na contramão da reforma urbana: empresariamento das cidades e os limites dos processos participativos. Andreia de Souza de Carvalho (UERJ)
 
Painéis
  • Os agentes sociais e a produção do espaço urbano no rearranjo das cidades sede da Copa do Mundo 2014: o caso do loteamento Cosme e Damião em Recife/PE. Eduardo Gaspar (UFRPE); Mariana Zerboni (UFRPE) 
  • A participação nas políticas públicas de reassentamento em Belo Horizonte. Thaís Lopes (UFMG); Ananda Carvalho (UFMG); Isabella Gonçalves (UFMG); Fábio Merladet (UFMG); Luana Xavier (UFMG)
  • A reconversão do waterfront carioca entre as dinâmicas singulares e as homogeneizadoras. Vivian Santos da Silva (UFRJ)

 
ST02 Participação em Políticas Públicas II: Governança, Segurança Pública e Desenvolvimento Local
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 05
1ª Sessão: Governança e gestão participativa
Coodenador: Luis Fernando Iozzi (Imaflora / Observatório Cidadão de Piracicaba)
Debatedor: Guilherme Reis Pereira (UFRN)
  • Democracia e participação social na gestão das Praças dos Esportes e da Cultura. Marcelo Gruman (FUNARTE)
  • Em busca da Governança Colaborativa: exploração analítica de referenciais teóricos e empíricos. Maira Rodrigues (USP)
  • Jogos de poder e participação num dispositivo de desenvolvimento territorial rural: Águas Emendadas (DF-GO-MG). Mário Lúcio Ávila (UnB); Eric Sabourin (UnB, CIRAD – Centre de cooperatión internationale en recherche agronomique pour le développement); Lauren Lecuyer (CIRAD); Gilles Massardier (CIRAD)
  • O Planejamento Territorial Participativo no Pará e o processo de formulação, implementação e tomada de decisões de políticas públicas: inovação e limites para a democracia participativa. Thiago Broni de Mesquita (UFPA); Maria Dolores Lima da Silva (UFPA)
  • Democracia deliberativa e o Consórcio Intermunicipal do ABC: breves notas para pensar a governança na gestão de políticas públicas de desenvolvimento local. Caio Penko Teixeira (FGV-SP)
  • Controle social sobre a política socioeducativa: a atuação institucional do movimento DCA em São Paulo. Maria do Carmo Alves de Albuquerque (Uniban)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 05
2ª Sessão: Comunidade, Segurança Pública e Violência
Coordenadora: Maria do Carmo Alves de Albuquerque (Uniban)
Debatedora: Sueli Félix (UNESP, Secretaria de Segurança Pública – São Paulo)
  • Policiamento comunitário em Buenos Aires: a experiência recente do Cuerpo de Prevención Barrial. Letícia Godinho de Souza (FJP); Renato Sérgio de Lima (SEADE)
  • Políticas públicas judiciárias em Unidades de Polícia Pacificadora no Rio de Janeiro: participação ou distanciamento da comunidade? Vladimir Santos Vitovsky (CES/Universidade de Coimbra)
  • Políticas de segurança e participação popular: a percepção dos policiais de UPPs no Rio de Janeiro a partir de um curso de capacitação. Fabiano Monteiro (Viva Rio, UFRJ); Jonas Pereira (UFRJ); Lidiane Malanquini (Viva Rio, UFRJ)
  • Policiamento comunitário na cidade de Lages/SC: reflexos e reflexões do processo de violência institucional e participação popular. Claudio Lima da Costa (UFRGS); Cristina Cordeiro Alves (UFRGS)
  • “Segurança pública não é só polícia!”: segurança e participação social no policiamento comunitário. Gleise da Rocha Passos (UFS)
  • Participação nas políticas públicas de segurança: uma etnografia comparada de conselhos comunitários de segurança pública no RJ e no DF. Luciane Patrício Braga de Moraes (Secretaria de Estado de Segurança do Rio de Janeiro – SESEG-RJ)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 05
3ª Sessão: Participação e Desenvolvimento Local
Coordenador: Carlos A. Cinquetti (UNESP) 
Debatedor: Oswaldo Gonçalves Júnior (UNESP)
  • Capital social, participação política e desenvolvimento social no Seridó Potiguar. Guilherme Reis Pereira (UFRN)
  • Aportes al diseño de la política pública desde una óptica ciudadana deliberante y propositiva: experiencia de innovación ciudadana en zona costera de la Patagonia – Chile. Miguel Pérez Bade (Universidad de Chile)
  • Mediação social, participação e políticas públicas voltadas ao mundo rural: o caso do Fórum de Agricultura Familiar da Região Sul do Rio Grande do Sul. Carla Michele Rech (UFPel)
  • A participação de assentados na região norte do estado de São Paulo nos programas de fortalecimento da agricultura familiar. Regina Aparecida Camargo (UNESP); João Paulo Souza (UNESP); Danilo Soares Figueiredo (UNESP); Marcel Vinícius Gulla (UNESP); Natália Jacopini (UNESP)
  • Os agentes sociais e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE): a percepção dos agricultores familiares. Denise Boito Pereira da Silva (UNESP); José Giacomo Baccarin (UNESP); Sany Spínola Aleixo (UNESP); Alexandra Filipak (UNESP)
  • Desafios da participação no Semiárido: entre colaboração e contestação. Ghislaine Duque (UNIVASF)
 
Painéis
  • As novas formas de administração de conflitos interpessoais: a sociedade civil prevenindo a violência. Gregório Zambon Diniz (UnB)
  • “Dize-me onde moras e te direi quem és”: sobre Localização e Provisão de Infraestrutura em Conjuntos Habitacionais da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Nathan Ferreira da Silva (UFRJ)
  • Mapeamento dos setores postais de uma favela carioca: o desenvolvimento do projeto Endereço Legal em Rio das Pedras/RJ. Patrícia Toscano Bezerra (Univercidade); Claudia Franco Correa (Univercidade)

 
ST03 Participação em Políticas Públicas III: Conselhos e outras instâncias participativas
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 14
1ª Sessão: Conselhos e Políticas Públicas em nível nacional
Coordenadora: Carla Martelli (UNESP)
Debatedora: Ana Cláudia Chaves Teixeira (UNICAMP)
  • Formulação da política pública a partir de um Conselho Nacional dos Direitos: o caso do Sistema Nacional Socioeducativo – SINASE. Anderson Rafael Nascimento (Unicamp)
  • Conselhos nacionais e o reconhecimento das diferenças étnico-raciais: introdução para os casos do Conselho Nacional de Saúde e do Conselho Nacional de Educação. Danilo de Souza Morais (UFSCar)
  • Mecanismos de construção participativa em políticas públicas: uma análise da composição do Conselho Nacional de Economia Solidária e da percepção de seus conselheiros. Joana Oliveira Alencar (IPEA); Sandro Pereira Silva (IPEA)
  • Instituições políticas, participação e políticas públicas. Denise Resende Costa (CEPPAC)
  • A representação da sociedade civil: um estudo de caso sobre o Conselho Nacional de Assistência Social. Angela Vieira Neves (UnB)
  • “Novos” atores sociais nas políticas culturais: uma análise da participação política da esfera civil no Colegiado Setorial de Culturas Populares do Ministério da Cultura. Giordanna Laura da Silva Santos (UFBA)
 
2ª Sessão
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 14
2ª Sessão: Dinâmicas da representação e da participação em conselhos municipais
Coordenadora: Angela Vieira Neves (UnB)
Debatedora: Carla Martelli (UNESP)
  • Participação, representação e os dilemas da análise da prática conselhista. Carla Rodrigues Almeida (UEM); Liana Lopes Bassi (SESA – Secretaria de Estado da Saúde do Paraná)
  • Representação, participação e cooptação no Conselho Municipal de Meio Ambiente em Campos dos Goytacazes/RJ. Rodrigo Anido Lira (UCAM); Edson Azevedo Filho (UENF); Marusa Bocafoli da Silva (UENF)
  • “Democracia é feita para isso, cada um usa a tática que quer”: o processo eleitoral do Conselho Municipal de Habitação de São Paulo (2011-2013). Carlos Filadelfo (USP)
  • Religião e políticas públicas: participação religiosa no Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Alegre/RS. Norberto Decker Neto (UFRGS)
  • A gramática da representação social nas políticas sociais: uma análise sobre a dinâmica do Conselho Municipal de Juventude da cidade de Santos/SP. Raiane Assumpção (UNIFESP)
  • Da proposta democrática ao enfrentamento concreto: estudo de caso sobre dois conselhos municipais de políticas públicas na cidade de São Paulo. Maria Carolina Tiraboschi Ferro (UNICAMP, CGGDH); Juliana Lemes Avanci (UFABC, CGGDH); Melissa Witcher (CGGDH)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 14
3ª Sessão: Instâncias de participação em contexto regional
Coordenador: Eduardo Tadeu (Associação Brasileira de Municípios / Frente Nacional de Prefeitos / Centro Universitário Padre Anchieta)
Debatedora: Carla Rodrigues Almeida (UEM)
  • Desafios do Consórcio Intermunicipal do ABC: de articulador para executor de políticas públicas de interesse comum. Kelly Ferracini (UFABC)
  • Políticas de diseño participativo en municipios del Gran Buenos Aires (Argentina): una lectura político-territorial. Bárbara Couto (Universidad Nacional de General Sarmiento); Adriana Rofman (Universidad Nacional de General Sarmiento)
  • Políticas Públicas, Conselhos Gestores e Participação Social no Contexto da Região Metropolitana de Natal. Lindijane Bento Almeida (UFRN)
  • O desenho institucional do Conselho Deliberativo da Reserva Extrativista Marinha do Pirajubaé (SC): limites e avanços para uma efetiva gestão democrática. Juliana Lima Spínola (Wayuri – Assessoria e Projetos Socioambientais); Cristina Frutuoso Teixeira (UFPR); José Andriguetto Filho (UFPR)
  • Planejamento governamental em obras de grande impacto na Amazônia: reflexões sobre alternativas e eficácia da participação social. Raimunda Monteiro (UFOPA)
  • Controle social democrático da política de assistência social na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Sindely Alchorne (PUC-SP); Ana Paula de Carvalho Guarani (Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro – PCRJ); Emília Carvalho Teixeira (PCRJ); Heloísa Mesquita Maciel (UFF); Herculis Pereira Toledo (IBAM); Andrea Mayer Gomes (PCRJ); Sandra Regina Manes Barreto (PCRJ)
 
Painéis
  • A efetividade da governança ambiental no Semiárido a partir da atuação do Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável da cidade de Ibimirim/PE. Juliene Nascimento (UFRPE); Bruna Oliveira (UFRPE); Marcos Sales (UFRPE); Fernando Maia (UFRPE); Soraya El-Deir (UFRPE)
  • Estratégias de participação das populações tradicionais na reserva extrativista Marinha Caeté-Taperaçu, na Amazônia Paraense. Rafaela Pinto (UFPA); Tânia Ribeiro (UFPA)
  • A importância do exercício participativo político dos discentes na universidade. Vívea Melo da Silva (UNEMAT); Anna Gabriella de Faria (UNEMAT); Cesar David Mendo (UNEMAT)

 
ST04 Participação em Políticas Públicas IV: Instituições participativas, cidadania e políticas públicas
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 15
1ª Sessão: Instituições participativas e controle social
Coordenadora: Patrícia Borba Marchetto (UNESP)
Debatedor: Valdemir Pires (UNESP)
  • El Presupuesto Participativo en el escenario argentino reciente: un análisis de sus aspectos político-institucionales y participativos. Carlos Rodolfo Martinez (Universidad Nacional de General Sarmiento – UNGS); Barbara Couto (UNGS); Rodrigo Carmona (UNGS); Alejandro Lopez Accotto (UNGS)
  • Democracia e Orçamento Participativo: desafio para ampliar a prática participativa. Ana Adelaide Lira (UFPB); Edilane do Amaral Heleno (UFPB); Rejane Gomes Carvalho (UFPB); Wanderleya dos Santos Farias (UFPB)
  • A população em situação de vulnerabilidade social como desafio dos processos participativos institucionalizados: o caso do Orçamento Participativo de Porto Alegre. Janaína Ruviaro da Silva (UFRGS)
  • Movimentos de direitos humanos e política pública: uma análise da experiência do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos do Rio de Janeiro. Noelle Coelho Resende (ISER, PUC-Rio); Moniza Rizzini Ansari (ISER, UFRJ)
  • Conferência das Cidades: trajetória e possibilidades da gestão democrática. Miriam Medina-Velasco (UNEB); Carla Brito (UNEB)
  • Bolsa Família em Cruz das Almas: conselho e controle social. Maria Ines Caetano Ferreira (UFRB); Nailma Almeida Lima (UFRB)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 15
2ª Sessão: Políticas Públicas e Participação
Coordenador: Valdemir Pires (UNESP)
Debatedora: Rosangela Dias da Paz (PUC-SP)
  • Espaços públicos e políticas públicas para a agricultura no Brasil: entre a agricultura familiar e o agronegócio. Silvia Aparecida Zimmermann (UFRRJ)
  • A “gota da água”: participação na implementação de políticas públicas e suas implicações para a legitimidade das ONGs. Nára Beatriz Chaves Alves (UFSM); Vivien Diesel (UFSM)
  • Democracia Participativa na Gestão da Segurança Pública. Hariel Mikolay Bueno Delfino (UNIMEP)
  • A participação segmentar dos povos indígenas e das comunidades quilombolas nas políticas públicas no Brasil. Leslye Ursini (UNICAMP)
  • Participação social e Bolsa Família: relatos de mulheres beneficiárias. Kamila Santos Corgozinho (UFF)
  • A participação como elemento basilar nas atuais políticas públicas educacionais. Rosicleide Araújo de Melo (UNIVASF)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 15
3ª Sessão: Participação e Cidadania
Coordenador: Elielson Carneiro (Grupo de Pesquisa sobre o Controle Social do Gasto Público)
Debatedora: Maria do Carmo Alves de Albuquerque (Uniban)
  • Na dimensão das utopias: participação social e solidariedade entre as mulheres de Sobral/CE. Ivaldinete Delmiro Gémes (UVA); Márton Támas Gémes (UVA); Fernanda Matias (UVA)
  • Do direito à cidade à expansão da cidadania: os alcances da política urbana para a construção de avanços democratizantes. Alessandra Rodrigues Pereira (FJP); Flávia Duque Brasil (FJP); Ricardo Carneiro (FJP)
  • Reconfiguración de la participación a partir de la política social en contextos de pobreza en América Latina. Desde el individuo objeto al individuo sujeto. Lorena Araya Silva (Universidad de Santiago de Chile – USACH, Comisión Nacional de Investigación Científica y Tecnológica – Conicyt)
  • “Rio de memórias…” Participação social e memória coletiva para garantia de direitos de famílias reassentadas por empreendimento hidrelétrico no Paraná. Neli Gomes Rocha (UFPR)
  • Educação permanente em saúde: um exercício político de construção da democracia e da participação social? Linamar Teixeira de Amorim (UFG); Marta Rovery de Souza (UFG); Gustavo Corrêa Matta (UFG, Fiocruz)
  • Política pública de inclusão de portadores de deficiência: o caso das isenções fiscais na aquisição de veículos. Patrícia Borba Marchetto (UNESP); Soraya Gasparetto Lunardi (UNESP)
 
Painéis
  • Participação e políticas públicas: um estudo sobre a formulação da política para a diversidade sexual na Prefeitura Municipal de São Carlos. Guilherme Efraim Vergili (UNESP); Ana Cláudia Capella (UNESP)
  • Novos rumos para a Lei de Licitações e Contratos 8.666/93. Kelly Evangelista Paris (UFPR)
  • Participação Legislativa Cidadã: limites e desafios no Brasil. Fabiani Cavalcante (UFG)

 
ST05 Democracia, instituições participativas e ação coletiva
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 29
1ª Sessão: Estado, sociedade civil e democracia: renovando os aportes teóricos I
Coordenador: Claudio Souza (UFBA)
Debatedora: Euzeneia Carlos (UFES)
  • O debate avançou: dos estudos da ação coletiva ao impacto institucional das interações socioestatais. José Szwako (CEM/CEBRAP); Adrian Gurza Lavalle (USP/CEBRAP)
  • Teoria da participação: uma alternativa para a ampliação da democracia. Pedro Generino de Alcantara (UFPE); Natália Tenório Bezerra (UFPE)
  • Democracia participativa na sociedade de classes: limites e avanços. Marcelo Arias (USP); Raquel Rizzi (USP)
  • As configurações do Estado na teoria democrática contemporânea. Joscimar Souza Silva (UFSCar) 
  • Impactos democráticos do associativismo: questões teóricas e metodológicas. Lígia Helena Lüchmann (UFSC)
  • Estado, sociedade civil e o controle social na política de assistência social. Rafaella França de Paula (UFMT); Leana Oliveira Freitas (UFMT)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 29
2ª Sessão: Estado, sociedade civil e democracia: renovando os aportes teóricos II
Coordenadora: Euzeneia Carlos (UFES)
Debatedora: Lígia Helena Lüchmann (UFSC)
  • Sociedade civil e capitalismo: revisitando o conceito gramsciano. Bárbara Silva (UFPB)
  • Políticas públicas e espaço público: aproximações teórico-conceituais no contexto brasileiro. Elisiane Sartori (FATEC); Carlos Henrique Menezes Garcia (FATEC)
  • Os rearranjos políticos e teóricos no pensamento de Boaventura Sousa Santos: uma leitura crítica de sua contribuição. Fillipe Perantoni (UFJF)
  • Alguns apontamentos sobre o pensamento político brasileiro: os dilemas da tensão entre participação e representação. Alessandra Faria (PUC-Rio)
  • Democracia e capitalismo na contemporaneidade: limites e possibilidades. André Luiz Martins (UFPE).
  • Esfera pública e espaço público: os desafios para pensarmos as potencialidades da democracia. Maira Gonçalves Lopes (UFSCar)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 29
3ª Sessão: Novos matizes no debate sobre movimentos sociais e o associativismo 
Coordenador: José Szwako (CEM/CEBRAP)
Debatedor: Gabriel Feltran (UFSCar)
  • Participação e institucionalização no movimento de direitos humanos: o caso CDDH. Euzeneia Carlos (UFES)
  • Os movimentos sociais e a representação do Partido dos Trabalhadores (PT): aproximações e distanciamentos da teoria democrática contemporânea. Cláudio Souza (UFBA)
  • Superação da questão social, eis o nosso desafio... O controle público: abrindo caminhos para a cidadania. Deocleciana Ferreira (PUC-SP)
  • Quando a participação dos movimentos sociais é em espaços institucionalizados. Cristiano das Neves Bodart (USP)
  • A luta contra a AIDS: uma causa, múltiplos saberes. Fernanda Petrarca (UFS)
  • Organizações civis, violência e políticas públicas. Ana Paula Galdeano (CEBRAP)
 
Painéis
  • Os sentidos políticos da participação: revisão da literatura sobre as relações entre a participação e a política “tradicional” representativa. Bruno Vello (UNESP); Wagner de Melo Romão (UNESP)
  • Regimes democráticos e participação cidadã: novas perspectivas na América Latina. Deyvid Morais (UFG)
  • Juventude e Participação: interação com as redes sociais. Stéfany Sidô (UFMG); Bárbara da Gama (UFMG)
 
ST06 Instituições participativas: conselhos, conferências, orçamento participativo
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 33
1ª Sessão: Instituições participativas
Coordenadora: Luciana Martins de Souza (CEBRAP)
Debatedora: Joana Alencar (IPEA)
  • As instituições participativas e o arranjo federativo nacional: elementos para a avaliação da efetividade das IPs. Osmir Dombrowski (Unioeste)
  • A relação Estado/sociedade e as instituições participativas no Governo Lula à luz da trajetória republicana brasileira. Tiago Ventura (IESP/UERJ)
  • Para além da democracia: como construir modelos de análise das instituições participativas? Barbara Mota Johas (UNICAMP)
  • Instituições participativas e políticas públicas: uma nova literatura para a agenda de pesquisa. Felipe Brasil (UFSCar)
  • Instituições participativas no Brasil: desafios e perspectivas. Sara da Silva Freitas (USP); Ana Paula Fracalanza (USP)
  • Entre a representação e a presença: a “política da presença” e as instituições participativas brasileiras. Uvanderson Vitor da Silva (IESP/UERJ)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 33
2ª Sessão: Olhares sobre as instituições participativas, seus limites e potencialidades
Coordenador: Osmany Porto de Oliveira (USP, Université de La Sorbonne Nouvelle/IHEAL, CEBRAP)
Debatedor: Wagner de Melo Romão (UNESP)
  • ¿Aprendizajes democráticos y ciudadanos? Límites de las experiencias de implementación del Presupuesto Participativo en Argentina. Corina Echavarría (Universidad Nacional de Córdoba, Universidad Católica de Córdoba)
  • O orçamento público como objeto de disputa e sua dimensão política: o papel dos conselhos enquanto lócus do debate democrático e participativo. Valdir Anhucci (UEL); Vera Lúcia Tieko Suguihiro (FECEA)
  • “Juntos faremos”: a deliberação como alternativa de gestão na Administração Pública. Ana Paula Garcia (FJP); Cássia Borges da Silva (FJP); Fabíola Costa de Carvalho (FJP); Flávia Duque Brasil (FJP)
  • “Virada institucional”: o debate sobre as instituições, os atores e os interesses políticos nas três gerações de estudos sobre Orçamento Participativo. Luciana Martins de Souza (CEBRAP)
  • Experiências participativas e deliberativas: o debate sobre o possível fortalecimento da democracia representativa e o aumento da interação entre Estado e sociedade civil a partir dos conselhos gestores de políticas públicas. Andria Caroline Santin (UFPel); Ísis Matos (UFPel)
  • Conferências típicas e atípicas: um esforço de caracterização do fenômeno político. Clóvis Souza (UnB, IPEA); Isadora Araújo Cruxên (IPEA); Paula Fiúza Lima (UnB, IPEA); Joana Oliveira Alencar (IPEA); Uriella Coelho Ribeiro (IPEA)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 33
3ª Sessão: Instituições participativas por toda parte: compreendendo o fenômeno
Coordenador: Clóvis Souza (UnB, IPEA)
Debatedor: Osmir Dombrowski (Unioeste)
  • O mapeamento da institucionalização dos conselhos gestores de políticas públicas nos municípios brasileiros. Danitza Passamai Rojas Buvinich (Universidad Complutense de Madrid)
  • O perfil dos conselhos de saúde no Brasil por meio das matrizes, dimensões e dos indicadores do IACS, IDCS, IGCS, IEFE, IPF e IA333. Charlles da Fonseca Lucas (UNICAMP, Fiocruz); Marcelo Rasga Moreira (Fiocruz); Fernando Bessa Fernandes (Fiocruz); Luiz Fernando Sucena (Fiocruz)
  • Conselhos gestores de Zonas Especiais de Interesse Social no Brasil: apontamentos introdutórios sobre um experimento participativo pouco conhecido. Leonardo Barros Soares (UFMG)
  • Políticas públicas e relações internacionais: elementos endógenos e exógenos nas transferências do Orçamento Participativo na África. Osmany Porto de Oliveira (USP, Université de La Sorbonne Nouvelle/IHEAL, CEBRAP)
  • Escoge tu propia aventura: diseñando el Presupuesto Participativo en gobiernos locales argentinos. Sonia Ramella (Universidad Nacional de Quilmes, Universidad del Salvador)
  • Contexto político e participação: um estudo sobre a reprodução de fatores endógenos em conselhos de municípios de pequeno porte. Débora Vales (UFMG); Fernando Henrique Guisso (UFJF)
 
Painéis
  • O Orçamento Participativo de Fortaleza como esfera pública: limites e desvios. Franklin Silva (UFC)
  • O Programa Minha Casa Minha Vida e o Conselho Municipal de Habitação: estudo de caso sobre o debate no município de Belo Horizonte. Stefane Pereira da Costa (UFMG)
  • Análise da estrutura institucional do Conselho Municipal de Habitação de Belo Horizonte. Stefane Pereira da Costa (UFMG)

 
ST07 Crianças, Adolescentes, Juventude, Idosos
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 36
1ª Sessão: Políticas Públicas, Crianças e Adolescentes
Coordenadora: Salete Oliveira (PUC-SP)
Debatedor: Elmir de Almeida (USP)
  • Responsabilidade pública dos intelectuais e agentes públicos na prevenção de delitos de abuso sexual de meninas. Augusto Caccia-Bava (UNESP)
  • Desafios da gestão da política de atendimento socioeducativo na cidade do Recife. Ivana Marques (UFPE)
  • Políticas públicas do Núcleo de Atendimento Integrado (NAI) em relação ao adolescente em risco pessoal ou social no município de São Carlos-SP. Carlos Eduardo Guimarães (IFSP, UFSCar)
  • Los sistemas de monitoreo de derechos de niño en América Latina: aprendizajes a partir de una experiencia de asistencia técnica. Victor Giorgi (Universidad de la República del Uruguay); Maria Marta Santillan (CIECS-CONICET – Centro de Investigaciones y Estudios sobre Cultura y Sociedad)
  • Conselho Tutelar: espaço de garantia de direitos e participação política? Sheylla Silva Galvão (UFPB, UFCG) 
  • Políticas públicas de crianças e adolescentes no contexto das grandes obras: reflexões sobre a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Assis da Costa Oliveira (UFPA)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 36
2ª Sessão: Violação de Direitos e Proteção
Coordenadora: Patrícia Borba Marchetto (UNESP)
Debatedor: Augusto Caccia-Bava (UNESP)
  • Política, psiquiatria do desenvolvimento e resiliência: novos arranjos epidemiológicos. Salete Oliveira (PUC-SP)
  • Famílias negligentes ou negligenciadas? A relação entre questão social e função protetiva do Estado na guarda jurídica de crianças e adolescentes. Fabrina da Silva Meireles (UFPI); Solange Maria Teixeira (UFPI)
  • Condição infantil e adolescente em Ribeirão Preto: violação de direitos, coesão social e democracia na localidade. Elmir de Almeida (USP); Bianca Cristina Correa (USP); Erika Fernandes de Andrade (UNESP)
  • A medicalização da infância como política pública: um questionamento a partir da sala de aula. Alonso Bezerra de Carvalho (UNESP); Fabiola Colombani (UNESP)
  • A Experiência de Participação na Rede de Proteção a Criança e ao Adolescente no município de Niterói-RJ. Joice da Silva Brum (UFF); Nivia Valença Barros (UFF)
  • Políticas públicas e proteção social para os moradores da RESEX Catuá-Ipixuna no Amazonas. Alba dos Prazeres de Andrade (PUC-SP)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 36
3ª Sessão: Agendas de políticas públicas: jovens e idosos
Coordenador: Augusto Caccia-Bava (UNESP)
Debatedora: Angela Viana Fernandes (UNESP) 
  • Reconhecimento e justiça social: a agenda das políticas públicas de juventude no Brasil. Paulo Sergio Peres (UFRGS); Amanda Santos Machado (UFRGS)
  • Estatuto da Juventude no Brasil: avanços e retrocessos. Mirlene Simões Severo (UGF)
  • Terceiro setor, políticas públicas de juventude e a intervenção do Assistente Social. Houry Pires Santos (FAMETRO)
  • Participação e políticas públicas voltadas para a juventude: o modelo de “jovem” difundido pelas conferências de juventude. Paulo Sergio da Costa Neves (UFS); Marcelo Ferreri (UFS) 
  • Políticas públicas para o envelhecimento ativo. Melissa Bachur Pedro (Uni-FACEF); Aparecida Helena Costa (Uni-FACEF); Edynei Elvisney (Uni-FACEF); Melissa Cavalcanti Bandos (Uni-FACEF)
  • O significado do reconhecimento formal dos saberes adquiridos na trajetória de vida e trabalho de pessoas idosas: uma análise da Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada do Instituto Federal do Piauí. Juliana Reis Lima (UFPI); Maria do Rosário de Fátima Silva (UFPI).
 
Painéis
  • A política de envelhecimento ativo como possibilidade de participação da pessoa idosa: avanços e desafios. Joice Sousa Costa (UNESP); Nanci Soares (UNESP)
  • A pessoa portadora de necessidades especiais e o mercado de trabalho: análise de uma política de inclusão social. Beatriz Renno Biscalchim (UNESP); Patrícia Borba Marchetto (UNESP)
  • O território dos moradores de rua e moradores em situação de rua no município de Limeira-SP. Márcio Jacinto (UNESP)
 

ST08 Cultura, Quilombolas, Indígenas, Refugiados, Gênero 
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 42
1ª Sessão: Políticas Públicas de Cultura
Coordenadora: Ana Lúcia de Castro (UNESP)
Debatedor: Ruy Lopes (USP)
  • Mobilização da sociedade civil e oportunidades políticas no Programa Cultura Viva. Weslley Dalcol Leite (UFPR); Patrícia Del Claro (UFPR)
  • Do desenvolvimento ao “desenvolvi-gente”: a dimensão antropológica das políticas públicas de cultura no Brasil. Vânia Maria Brayner Rangel (UFPE)
  • Capoeira no Brasil: crime ou identidade nacional?. Magda Luiza Mascarello (UFPR)
  • Política de patrimônio cultural imaterial no Brasil e no México: democratização da atribuição do valor “patrimônio cultural”. Luana Soncini (USP)
  • Identidade cultural e a cidade criativa: relações entre Estado e sociedade civil na construção de políticas públicas de patrimônio cultural. Adriana Silva (IPCCIC); Lilian Rosa (IPCCIC)
  • As políticas públicas de criação e sustentação do sistema brasileiro de televisão digital geram oportunidades reais de inclusão social e digital? Renato Terezan de Moura (UNESP)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 42
2ª Sessão: Direitos dos quilombolas, indígenas e refugiados
Coordenador: Edmundo Antonio Peggion (UNESP)
Debatedora: Renata Paoliello (UNESP)
  • Comunidades quilombolas e políticas públicas: o papel do Estado na garantia de direitos. Luciana Silva Iocca (UFMT); Irenilda Ângela dos Santos (UFMT)
  • Os direitos quilombolas frente à ideologia hierarquizante e classificatória de setores públicos e políticos brasileiros. Maria Ester Nascimento (UNIMONTES)
  • Direitos étnicos e políticas públicas: uma reflexão sobre comunidades quilombolas. Rebeca Campos Ferreira (USP); Deborah Stucchi (Ministério Público Federal – MPF)
  • A atuação da Coordenação de Proteção dos Direitos dos Povos Indígenas e das Populações Tradicionais – CPPITA na construção da política indigenista do Pará. Izaquiel Macedo Gomes (UFPA); Eneida Assis (UFPA)
  • Povos indígenas no espaço urbano e políticas públicas. Kárine Michelle Guirau (Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos – CGGDH); Carolina Rocha Silva (CGGDH)
  • Refugiados e políticas migratórias: características e especificidades do caso brasileiro. Marília Calegari Santos (UNICAMP)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 42
3ª Sessão: Políticas de Gênero
Coordenadora: Claudia Pozzi (UNESP)
Debatedora: Claudete Basaglia (UNESP)
  • Políticas públicas de gênero e novas institucionalidades. Jussara Reis Prá (UFRGS); Eduardo Schindler (UFRGS)
  • Políticas de salud y sociedad civil: los casos de salud sexual y reproductiva y violencia de género. Graciela Biagini (Universidad Nacional de Luján – UNLU; Universidad de Buenos Aires – UBA)
  • Experiencia sobre análisis del Índice de violencia simbólica en las pautas publicitarias de la televisión púbica argentina. Marina Martínez Acosta (Universidad Nacional de Quilmes – UNQ, Ministerio de Defensa - MD); Guillermo de Martinelli (CONICET)
  • Centros de Referência de Atendimento às mulheres em situação de violência. Maria Salet Ferreira Novelino (IBGE)
  • Direito e práxis: política pública de proteção sociojurídica às vítimas de agressão sexual e/ou violência doméstica. Marcio Pereira Ponzilacqua (USP); Bruna Dantas Serra (USP); Breno Miranda e Silva (USP); Lilian Tamy Hirata (USP)
  • Os Centros de Mães Internacionais e as possibilidades de participação política. Manuela Stein da Silva Barbosa (UFG)
 
Painéis
  • Programa Fábricas de Cultura: a inclusão social por meio da difusão cultural. Rafael Balseiro Zin (FESPSP)
  • A implementação do Plano Nacional de Cultura em Araraquara/SP. Renan do Prado Alves (UNESP); Ana Cláudia Capella (UNESP)
  • Políticas sociais para habitação: reflexões acerca de bairros populares inseridos em espaços urbanos. Pedro Paulo Santos (UFG)
 
ST09 Saúde, Assistência Social, Programas de Transferência de Renda
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 107
1ª Sessão: Saúde
Coordenadora: Maria Teresa Miceli Kerbauy (UNESP)
Debatedora: Maria do Carmo Caccia-Bava (USP)
  • Dilemas públicos e demandas corporativas: a formação da saúde pública no Brasil e as bases da ação sindical. Ronaldo Teodoro (UFMG)
  • Saúde e justiça social: uma análise do SUS a partir das teorias da justiça. Camila Gonçalves De Mario (UNICAMP)
  • Condicionantes locais da saúde no Brasil: interfaces do método estrutural de Godet com a análise quantitativa dos indicadores municipais. Arthur Alves da Silva (UFPE)
  • Políticas de cooperação e de transferência de tecnologia no campo HIV/Aids: avaliação da implementação do DEBI Brasil. Andréa Fachel Leal (UFRGS); Marly Cruz (Fiocruz); Gilvane Casimiro da Silva (Ministério da Saúde – MS)
  • Cooperação internacional em saúde pública: Brasil, Argentina e Uruguai, a experiência das comissões de saúde do Mercosul. Ana Martins da Trindade (UFBA)
  • Álcool e política pública: análise da atitude dos condutores em relação à proibição do álcool para quem dirige. Vanilda dos Santos (PUC-SP)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 107
2ª Sessão: Assistência Social
Coordenadora: Alessandra Santos Nascimento (UNESP) 
Debatedora: Maria Teresa Miceli Kerbauy (UNESP)
  • Desafios para uma gestão social pública na política de assistência social. Kassia Siqueira Ribeiro (PUC-SP)
  • Colonização da assistência social pela gestão. Roselene Breda (UFSCar)
  • Relações federativas: como impactam os projetos políticos do governo federal na política pública de assistência social municipal. Luciana Pazini Papi (UFRGS)
  • Articulação de CRAS e CREAS com a rede de proteção social em seu território. Cinthia Miranda (UFMG)
  • Centro de Referência de Assistência Social – CRAS: possibilidades para uma construção de autonomia e participação política? Ingrid Stocker Taffarello (USP); Soraia Ansara (USP)
  • Menos muros e mais pontes: o consultório de rua e a redução de danos na conjuntura das políticas de cuidado aos usuários de drogas. Mariana Medina Martinez (UFSCar)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 107
3ª Sessão: Programas de Transferência de Renda
Coordenador: Wagner de Melo Romão (UNESP)
Debatedor: Adilson Gennari (UNESP)
  • A formulação do Programa Bolsa Família: uma revisão crítica acerca do papel da burocracia. Fernanda Lima e Silva (FGV-SP); Fabio Pereira de Andrade (FGV-SP)
  • Sentidos e políticas públicas: a construção social da imagem de beneficiários do Programa Bolsa Família. Carolina Lobato Coppetti (UFRGS); Vinicius Foletto Bevilaqua (UFRGS)
  • Desvendando a caixa-preta da seleção dos beneficiários do Programa Bolsa Família: uma discussão sobre justiça e democracia. Carolina Mello Justo (UFSCar); Isabela Fagundes Cagnin (UFSCar)
  • Transferencia directa de recursos públicos a comunidades campesinas para fomentar la producción comunitaria: política pública y economía plural en la práctica. Carlos Vacaflores Rivero (UFF, Comunidad de Estudios Jaina)
  • A relevância dos diagnósticos territorializados: um estudo de dois municípios da Região Administrativa de Franca/SP, a partir do Cadastro Único. Paula Pinsetta Pavarina (UNESP); Patrícia Soraya Mustafa (UNESP); Maísa Faleiros da Cunha (UNICAMP)
  • Protección social y relaciones sociales: reflexiones sobre los programas de transferencia condicionada de ingresos y su incidencia en las relaciones en las relaciones de género. Valentina Suárez Baldo (UFF)
 
Painéis
  • Conhecer para defender, defender para garantir: fortalecendo a formação política para o debate da saúde pública em Londrina. Líria Bettiol Lanza (UEL); Denise Macedo Camargo (UEL); Carolina Santarnecchi (UEL); Fabrício da Silva Campanucci (UEL); Jakeline dos Santos (UEL); Taynara Fitz Patriarcha (UFPR); Tatiane Monteiro Caldeira (UEL) 
  • O mercado da saúde ou a saúde do mercado: um olhar sobre a saúde no município de Matão/SP. Osmar Gonçalves Pereira (UNESP)
  • Percepções dos participantes do Programa Bolsa Família residentes em Campinas/SP em relação à exigência de frequência escolar mínima para crianças e jovens. Tainah Biela Dias (PUC-Campinas)
 
 
ST 10 Segurança Pública, Sustentabilidade e Desenvolvimento Rural
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, Anfiteatro C
1ª Sessão: Segurança Pública
Coordenadora: Luciane Patrício (SESEG-RJ)
Debatedora: Jacqueline Sinhoretto (UFSCar)
  • Letalidade na ação policial: os desafios para a consolidação de uma agenda de políticas públicas no estado de São Paulo. Samira Bueno (FGV-SP, FBSP)
  • Controle social perverso e a policialização das políticas públicas: o caso da Segurança com Cidadania. Pedro Bodê de Moraes (UFPR); Letícia Moutinho Kulaitis (UFPR)
  • A experiência da Troca de Saberes como uma perspectiva de formação de rede interterritorial a partir de um diálogo horizontal nas favelas. Tatiana Bastos de Sousa (PUC-Rio, Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos – SEASDH-RJ; Monique Bier Freitas (UFRJ, SEASDH-RJ)
  • Controle e políticas punitivas: algumas procedências da implantação de tornozeleiras eletrônicas no Brasil. Ricardo Urquizas Campello (PUC-SP)
  • Políticas de educação nas prisões paulistas: da desconstrução de uma agenda participativa às decisões pelas conveniências. Felipe Lins de Melo (UFSCar)
  • A inserção da segurança pública na estratégia de articulação federativa e multidisciplinar do programa Crack, é possível vencer. Marcio Júlio da Silva Mattos (UnB, Ministério da Justiça – MJ)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, Anfiteatro C
2ª Sessão: Sustentabilidade
Coordenadora: Luciana Togeiro (UNESP)
Debatedor: Sergio Fonseca (UNESP)
  • (Des)integração de ações governamentais para o desenvolvimento regional: o Programa de Promoção da Sustentabilidade de Espaços Sub-Regionais – PROMESO. João Mendes da Rocha Neto (UFRN, UnB); Djalma Freire Borges (UFRN)
  • Da política ao desenvolvimento: avanços e retrocessos do Plano BR-163 Sustentável no contexto do Baixo Amazonas/PA. Andréa Rente Leão (UFOPA, UFRRJ); Bruna Pantoja Vieira (UFOPA); Dandis Farias Pimentel (UFOPA)
  • Capital social e gestão do território em Áreas de Proteção Ambiental: agentes, sinergias e dificuldades. Ricardo Orlando (UNESP)
  • Políticas públicas de desenvolvimento sustentável: um estudo de caso para comunidades remanescentes de quilombos. Rafael Navas da Silva (USP); Andrea Yumi Kanikadan (USP); Maria Elisa Garavello (USP)
  • Políticas da corporeidade: por um exercício inclusivo na Vila dos Teimosos (e das Teimosas) em Campina Grande/PB. Ligia Pereira dos Santos (UEPB)
  • Políticas públicas de esporte e lazer no estado do Espírito Santo: perspectivas de intersetorialidade e participação da sociedade civil. Carlos Ferreira Borges (UFES); Marcelo de Souza Marques (UFES)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala Anfiteatro C
3ª Sessão: Desenvolvimento rural
Coordenadora: Ana Cláudia Terence (UNESP) 
Debatedor: José Giacomo Baccarin (UNESP)
  • Decisão política, riscos e peritagem tecnocientífica: o caso do plantio da cana-de-açúcar no Pantanal, Amazônia e Bacia do Alto Paraguai. Déberson Ferreira de Jesus (UFSC); Joel Paese (UFMT)
  • Abordagem territorial e desenvolvimento rural: a constituição de políticas públicas no Brasil. José Haroldo de Souza (UFABC)
  • A modernização da agricultura e as políticas públicas de incentivos fiscais no Centro-Oeste brasileiro: limites e desafios. João Charlesdan Silva (UNITAU, UNIFIMES); Sérgio Souza (UNIFIMES)
  • As políticas públicas de combate à seca no Brasil: construção de cisternas e barragens a partir do Programa Água para Todos. Maria Galeno de Souza Oliveira (UNESP)
  • A mediação de conflitos socioambientais no âmbito das demandas discutidas pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável. Fernando Ferreira Maia (UFRPE); Soraya Giovanetti El-Deir (UFRPE); Bruna Trajano de Oliveira (UFRPE); Juliene Anjos do Nascimento (UFRPE)
  • Desenvolvimento participativo, uma possibilidade? Análise da concepção do Projeto de Combate à Pobreza Rural de Minas Gerais. Fernando Pinheiro Júnior (UFMG)
 
Painéis
  • Segurança pública, cidadania e sociabilidade: estudo sobre as práticas sociais de segurança pública no Rio de Janeiro. Lauriani Albertini (UNIVERSO); Bruno Azevedo (UNIVERSO); Walace Cardoso (UNIVERSO)
  • UPP e UPP Social - novas modulações de segurança, dispositivos para cuidar da vida no e do planeta. Mayara de Martini Cabeleira (PUC-SP)
  • Mineração em Conceição do Mato Dentro: conflitos socioambientais, mobilização social e participação das comunidades atingidas. Clarissa Prates (UFMG); Luciana Ferreira (UFMG); Ana Flávia Santos (UFMG)
  • A efetividade da lei 9433/97: a sustentabilidade dos recursos hídricos à base da gestão do manejo da água como bem limitado, de valor econômico, social e ambiental. Marcos Sales (UFRPE); Juliene Anjos do Nascimento (UFRPE); Bruna Trajano (UFRPE); Fernando Maia (UFRPE); Soraya El-Deir (UFRPE)
  • PAA e PNAE no município de Casa Branca. Mariane de Carvalho Strazza (UNESP); Sérgio Azevedo Fonseca (UNESP)

 
ST11 Educação
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, Anfiteatro D
1ª Sessão: Políticas de Educação Básica 
Coordenadora: Marta Leandro da Silva (UNESP)
Debatedor: Ricardo Ribeiro (UNESP)
  • Políticas públicas voltadas para o financiamento da educação no Brasil: os recursos fiscais no Fundef e no Fundeb (1998-2010). Fábio Oliveira Costa (USP)
  • A administração da educação básica em Niterói/RJ através da Fundação Pública Municipal de Educação. Luiz Carlos Pustiglione (UFRJ)
  • A educação religiosa espírita e possíveis contribuições para a educação de crianças e jovens das escolas públicas da Rocinha: um estudo de caso. Catharine Silva Peres (UFF)
  • A ampliação do ensino fundamental de nove anos na escola pública e na escola privada: a experiência de Araraquara. Joice Boter Zingarelli (UNESP)
  • A interdisciplinaridade como possibilidade para a compreensão das políticas públicas de educação ambiental. Maria Aparecida da Costa (UFRPE)
  • Fracasso escolar de alunos do 6º ano do ensino fundamental. Almir Carlos dos Santos (JAB)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, Anfiteatro D
2ª Sessão: Educação superior 
Coordenadora: Camila Fernanda Bassetto (UNESP)
Debatedor: Sebastião de Souza Lemes (UNESP)
  • Um modelo para a análise da influência das ideias na construção das políticas de ensino superior no Brasil. Edilene da Cruz Silva (UFMT)
  • Impactos e reflexos da relação universidade/empresa no ensino e na pesquisa: um estudo nas universidades Unicamp, USP e UFSCar. Cláudia Naomi Sakashita (Unicamp)
  • A política educacional como política social: uma análise do PROUNI sob a perspectiva da Teoria Crítica. Elaine Cristina Scarlatto (UNESP); João Augusto Gentilini (UNESP)
  • Dificuldades para a permanência de alunos prounistas no ensino superior. Gabriela de Souza Honorato (UFRJ)
  • A experiência inicial do PIBID na formação de professores na UNESP/Assis. Ronaldo Cardoso Alves (UNESP); Alonso Bezerra de Carvalho (UNESP)
  • A contribuição do PIBID na formação do licenciando em Ciências Sociais: uma análise sobre essa política pública. Gabriel Bandeira Coelho (UFPel); Ana Paula Ferreira D’Ávila (UFPel)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, Anfiteatro D
3ª Sessão: Gestão da educação pública
Coordenador: Ricardo Ribeiro (UNESP)                    
Debatedora: Marta Leandro da Silva (UNESP)
  • As condições do trabalho docente no estado de São Paulo. Karolina Miranda Jardim (Unicamp)
  • Percepção dos servidores técnico-administrativos em educação da UFPE sobre a avaliação de desempenho funcional. Carlos José Arruda Cordeiro (UFPE)
  • Aproximações teóricas acerca da compreensão de Estado e educação e o projeto político-pedagógico da UFPR, setor Litoral. Adriana Lucinda de Oliveira (UFPR); Eneida Desiree Salgado (UFPR)
  • Um olhar crítico sobre as políticas públicas de qualificação profissional no Brasil. Cláudia Freire
  • Participação e controle social na gestão da política pública de qualificação profissional da Paraíba. Rejane Gomes Carvalho (UFPB); Eliana Monteiro Moreira (UFPB)
  • Federalismo no Brasil: há relação entre controle de contas e o desempenho educacional? O caso do Piauí. Gerlanne Santos de Melo (UFPI); Washington Luis Bonfim (UFPI)
  • Gestão e democracia: um estudo sobre a implementação de políticas educacionais no movimento dos trabalhadores rurais sem terra. Daniele Cristina Soares (UFPE)
 
Painéis
  • Políticas públicas de educação profissional e o sistema penitenciário: a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) de Ituiutaba/MG. Manuela Soares Silveira (UFU); Camila Maximiano Miranda (UFU)
  • Políticas educacionais e acesso ao ensino superior no Brasil nos anos 2000. Orcione Vieira Pereira (UFJF); Marcos Alves de Lima (UFJF)
  • Serviço Social: diretrizes curriculares e formação profissional. Suelen Bezerra (UFPB)
 
ST12 Desenvolvimento e Combate à Desigualdade
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, Anfiteatro E
1ª Sessão: Desenvolvimento, expansão econômica e tecnologia 
Coordenador: Rogério Gomes (UNESP)
Debatedor: Cláudio Paiva (UNESP)
  • A inscrição do Complexo Econômico Industrial da Saúde na agenda de desenvolvimento nacional: um estudo do plano Brasil Maior. Antoine Metten (Fiocruz); Laís Silveira Costa (Fiocruz); Carlos Augusto Grabois Gadelha (Fiocruz); José Maldonado (Fiocruz)
  • Fundo Distrital de Desenvolvimento (FDD): funcionamento, entraves e potencialidades. Joana Matusse (UFSCar); Andrea Bueno Pimentel (UFSCar)
  • Interesses, políticas públicas e o desenvolvimento da atividade turística. Carolina Almeida Matos (UFRN); Maria do Socorro Teixeira (UFRN); Maria Lianeide Souto Araújo (IFCE)
  • Passando em revista: políticas públicas para a internacionalização das empresas brasileiras. Ana Tereza Marra de Sousa (UNESP)
  • Gestão metropolitana: contexto brasileiro e a experiência de São Paulo. Adalberto Gregório Back (UFSCar) 
  • Políticas públicas e conhecimento perito: sobre o desafio de integrar a informação de especialistas nas tomadas de decisão e formulação de políticas. Jean Carlos Miguel (UNICAMP); Léa Maria Strini Velho (UNICAMP)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, Anfiteatro E
2ª Sessão: Desenvolvimento, desigualdade e inclusão
Coordenador: Renato Morgado (Imaflora / Observatório Cidadão de Piracicaba)
Debatedor: Fábio Bechara Sanchez (UFSCar)
  • As desigualdades de acesso à saúde e à educação: os desafios postos pelos Relatórios do Desenvolvimento Humano (RDHs) das Nações Unidas. Maria José de Rezende (UEL)
  • O impacto dos gastos sociais sobre as desigualdades no Brasil no período de 2004 a 2009. Jevuks Matheus de Araújo (UFRPE); Janielle Amaral (UFRPE)
  • Expansão do ensino superior: inclusão, reconhecimento e redistribuição. Aline Vanessa Zambello (UFSCar); Gleidylucy Oliveira (UFSCar)
  • O ProJovem e o novo dinamismo econômico: desafios da qualificação profissional. Eliana Monteiro Moreira (UFPB); Maria da Salete Farias (UFPB)
  • Cidadão X Consumidor ou Cidadão e Consumidor: dilemas da efetividade da participação em cenário de Estado fomentador de consumo de massas no Brasil (2003-2010). Antonio Barêa Coutinho (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – MPOG); José Carlos dos Santos (UnB, MPOG)
  • Economia Solidária: o descompasso entre a política de governo e a atuação do Legislativo. Débora Ferrazzo (FURB); Francisco Carlos Duarte (PUC-PR); Elsa Cristine Bevian (UFSC)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, Anfiteatro E
3ª Sessão: Iniciativas para o desenvolvimento e combate à desigualdade
Coordenador: Álvaro Guedes (UNESP)
Debatedor: Wagner Molina (UFSCar) 
  • Desafios da nova agenda social dos municípios: o microcrédito amplia a participação? Wanderleya dos Santos Farias (UFPB); Eliana Monteiro Moreira (UFPB)
  • Consórcio Intermunicipal do Grande ABC: impacto da redistribuição e combate às desigualdades regionais. Patrícia Laczynski (FGV-SP); Luis Paulo Bresciani (USCS); Eduardo de Lima Caldas (USP); Tamara Ilinsky Crantschaninov (FGV-SP)
  • Política de compra do Estado e desenvolvimento tecnológico: um resgate histórico. José Henrique Sperancini (UFABC); Josmar Cappa (PUC-Campinas); Luciana Massaro Onusic (UNIFESP)
  • A contribuição do valor do trabalho e do não-trabalho no PIB brasileiro. Mayra Taiza Sulzbach (UFPR); Valdir Frigo Denardin (UFPR); Janelize Nascimento Felisbino (UFPR)
  • Plan Ceibal y Flor de Ceibo como espacio de encuentro entre investigadores y docentes, sociedad civil y gestores públicos. La Universidad acompañando la implementación de política pública orientada a la apropiación social de las TIC. Leticia Folgar (Universidad de La República del Uruguay – UDELAR)
  • Análise da formulação e implantação da política de criação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Daniela Martins Bueno (IFSuldeMinas)
 
Painéis
  • O contexto nacional de interação entre mercado e Estado: a relação pública-privada no Brasil. Gabriela Porcionato (UNESP) 
  • PNUD e PNUMA: intervenções e regulamentações em meio a Ecopolítica. Helena Wilke (PUC-SP)
  • O exercício da mediação em uma favela carioca: o projeto do Núcleo de Cidadania de Rio das Pedras/RJ. Michelle Mael (UNIVERCIDADE); Claudia Franco Correa (UNIVERCIDADE)

 
ST13 Ciclo de políticas públicas
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 27
1ª Sessão: Avaliação e monitoramento de políticas públicas
Coordenador: Rafael Orsi (UNESP)
Debatedora: Ana Claúdia Niedhardt Capella (UNESP)
  • A implantação dos sistemas de avaliação: uma política pública de Estado ou de governo? Andréia Malheiros Santana (UFSCar); José Carlos Rothen (UFSCar)
  • Os desafios da avaliação de políticas públicas como instrumento estratégico de gestão e de controle social. Regina Claudia Laisner (UNESP); Camila Gonçalves De Mário (UNICAMP)
  • Avaliação da participação social no monitoramento de políticas públicas. Marcos de Souza e Silva (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – MPOG, UnB)
  • Da teoria para a prática: a implantação de um sistema de avaliação de políticas públicas no município de Minaçu-GO. Tihaná Hirata (Prefeitura Municipal de Minaçu)
  • Programa Nacional Biblioteca na Escola: uma avaliação democrática para um modelo top-down de implementação. Erica Farias de Ruiz (FGV-SP); Kate Abreu (FGV-SP)
  • Políticas públicas e o cientista social: da teoria à prática. Márcia Moreira de Souza (UNIR)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 13
2ª Sessão: Políticas públicas e judicialização 
Coordenadora: Soraya Gasparetto Lunardi (UNESP)
Debatedor: Renato Moraes (UFSCar)
  • Judicialização das políticas públicas no Estado democrático de direito: uma análise do contexto brasileiro. Juvêncio Borges Silva (UNAERP); José Querino Tavares Neto (UNAERP)
  • A judicialização das políticas públicas em educação no Brasil: uma análise à luz da teoria da escolha racional. Adriana Souza Carvalho (UFSCar)
  • Dilemas sobre a universalização de direitos individuais X individualização de direitos universais: estudo de caso sobre a judicialização da assistência farmacêutica no município de Araraquara/SP. Moacir Freitas Junior (UNESP)
  • Advocacia popular e democratização do sistema de justiça: análise das experiências das assessoras e assessores jurídicos populares brasileiros na judicialização dos conflitos sociais. Fabiana Cristina Severi (USP)
  • O papel do Tribunal de Contas da União na avaliação de programas governamentais: a avalição do Programa Nacional Biblioteca na Escola. Mariana Rodrigues de Moura (UnB)
  • A necessidade de diálogo entre os atores sociais no controle judicial de políticas públicas.
  • Diego Stefanutto Falavinha (UNESP); Patrícia Borba Marchetto (UNESP)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 11
3ª Sessão: Ciclo de políticas públicas, formação de agendas, processos decisórios 
Coordenadora: Ana Cláudia Niedhardt Capella (UNESP)
Debatedora: Regina Claudia Laisner (UNESP)
  • O policy cycle e o Programa Luz Para Todos. Marcelino Teixeira Lisboa (UFRGS)
  • Ciência e esporte e o mito da neutralidade: uma breve análise de duas áreas de políticas públicas brasileiras. Fernanda Loureiro Goulart (Unicamp)
  • Formação da agenda: o caso da política de enfrentamento ao tráfico de pessoas no Brasil. Alessandra Guimarães Soares (UFSCar)
  • Formar agendas e produzir políticas públicas: o papel das ideias, dos atores e das instituições nas conferências nacionais de saúde mental. Tábata Moreira (FJP) 
  • A contribuição das redes sociais na elaboração de políticas públicas participativas. Andrés Burgos Delgado (Centro de Desenvolvimento Sustentável – CDS); Diana Rodríguez Triana (CDS); Doris Villamizar Sayago (CDS)
  • Análise do Programa Disque 100, sob a ótica do modelo de múltiplos fluxos de John Kingdon. Kimina Ouki (UDF)
 
 
Painéis
  • Conceitos de políticas públicas: uma análise multidimensional. Karine Sousa Julião (UNILAB); Greg Jordan Alves Silva (UNILAB); Áurio Leocádio da Silva (UFC)
  • Sociedade civil e gestão pública: conceitos, reformas e projetos políticos. Priscila Zanandrez (UFMG)
  • Construção de mecanismos para monitoramento dos poderes públicos municipais sob a perspectiva da assessoria jurídica popular. André Luis Gomes Antonietto (USP)
 
ST14 Formas contemporâneas de participação e controle social do Estado e dos governos
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 28
1ª Sessão: Democracia digital e comunicação pública
Coordenador: Oswaldo Gonçalves Júnior (UNESP)
Debatedora: Ana Cláudia Terence (UNESP)
  • O programa de Governo Eletrônico no Brasil: uma perspectiva histórica. Jarbas Santos de Almeida (PUC-SP)
  • Governo Digital: consolidando a democracia e a participação. Ana Raquel Prado (UPM); Daniel Nagao Menezes (UPM)
  • Internet, políticas públicas e participação política online: avaliação de experiências de eParticipação. Claudio Luis Penteado (UFABC); Rafael Aguiar Araújo (PUC-SP, FESPSP); Marcelo Burgos dos Santos (PUC-SP)
  • Participação e deliberação: análise dos impactos dos usos das novas tecnologias digitais na dinâmica dos Orçamentos Participativos de Belo Horizonte e Recife. Dimas Soares Ferreira (UFMG)
  • Paradoxos da modernidade tecnológica: os usos da internet no Brasil e as possibilidades de uma esfera pública virtual. Enio Passiani (FACAMP)
  • Comunicação pública, democracia e participação pública. Fabricio José Mazocco (UFSCar); Thales Novaes de Andrade (UFSCar)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 30
2ª Sessão: Processos decisórios, participação e transparência
Coordenadora: Ana Claudia Terence (UNESP)
Debatedor: Bruno Konder Comparato (UNIFESP) 
  • Reflexão ou legitimação? Efeitos das audiências públicas nas decisões do STF. Sandro Ballande Romanelli (UFPR, IFPR)
  • Quando o particular se torna geral: contradições da participação e do interesse da sociedade civil em audiências públicas de licenciamento ambiental na Bahia. Ruy Dias (UNEB); Cláudio Souza (UNEB); Rafael Arantes (UNEB)
  • Audiência pública: visibilidade dos argumentos das políticas de ações afirmativas na mídia televisiva. Viritiana Aparecida de Almeida (UFPR)
  • A deliberação em conselhos e conferências: um estudo sobre o impacto das diferenças informacionais na elaboração de políticas públicas. Adriana Marques Aidar (IESP/UERJ)
  • Lobby e transparência: contribuições da Lei de Acesso à Informação. Wagner Pralon Mancuso (USP); Fabiano Angélico (FGV-SP); Andréa Oliveira Gozetto (FGV-SP)
  • 1ª Consocial – Etapa Estadual Paulista: desafios da participação social. Fernando Oliveira (Secretaria de Estado de Gestão Pública – SGP)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 30
3ª Sessão: Controle social e legitimidade
Coordenador: Marcelo Santos (UNESP) 
Debatedora: Sylvia Iasulaitis (UFSCar)
  • O controle externo do Poder Judiciário no Brasil e na Argentina. Charles Pessanha (UFRJ)
  • Legitimidade das novas formas de controle social: uma perspectiva jurídica. Flávio Marques Prol (USP, CEBRAP)
  • Indicadores de desempenho para parlamentos municipais: uma proposta a partir do caso de São Paulo. Luciana Yeung (Insper); Humberto Danas de Mizuca (Insper)
  • Accountability na revivificação das organizações do espaço público não estatal: estudo de caso normativo sobre a gestão de políticas públicas por OSCIPs, em Minas Gerais. Renato Almeida de Moraes (UFSCar)
  • As ouvidorias públicas como instrumento de democracia participativa. Bruno Konder Comparato (UNIFESP) 
  • Ministério Público: análise das mudanças institucionais e implicações nas políticas públicas. Yanne Onofre Domingues (UnB)
 
Painéis
  • Transparência pública na gestão municipal: estudo comparativo do Portal da Transparência de Piracicaba-SP, com outros cinco portais em âmbito nacional. Adriana André (USP)
  • Legislativo e as novas TICs na América Latina: uma junção possível? Maiara Leal (UFG)
  • ONG Contas Abertas: bertas: uma iniciativa de fomento à opinião pública. Rafael Antonio da Luz Sanches (UEL)
  • O Supremo Tribunal Federal e o controle democrático: o caso do mensalão. Sabrina Albuquerque (FESJ)

 
ST15 Cultura política, democracia e participação
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 32
1ª Sessão: Cultura política e participação
Coordenadora: Monique de Menezes (UFPI)
Debatedor: Wagner de Melo Romão (UNESP)
  • Participação, representação e cultura política nos conselhos gestores no Brasil. Masilene Rocha Viana (UFPI)
  • O “ser cidadão” no Brasil: discutindo o lugar da participação política. Bruno Souza da Silva (UNICAMP); Eduardo Lopes Seino (USP)
  • A participação política dos usuários das políticas sociais públicas brasileiras: um estudo no Rio Grande do Sul. João Ignacio Pires Lucas (UCS)
  • Cultura política: democracia no Brasil. Flávia David (UFMG); Diego Guimarães Pedras (UFMG)
  • Participação em protestos e percepção sobre as instituições democráticas. Guilherme Pires Arbache (USP); Danilo Mendes Freire (The Graduate Institute, Geneva)
  • Análisis de la participación política: aportes desde la psicología política al desarrollo de la democracia participativa. Patrícia Mariel Sorribas (Universidad Católica de Córdoba, Universidad Nacional de Córdoba)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 41
2ª Sessão: Construção e consolidação da democracia
Coordenador: Marcelo Santos (UNESP) 
Debatedora: Vera Cepêda (UFSCar)
  • Desafios da democracia contemporânea: o papel da cultura política e capital social para a consolidação democrática. Ísis Bastos Matos (UFPel); Andria Santin (UFPel)
  • Democracia venezuelana na era Chávez: sociedade civil, participação e empoderamento. Kátia Alves Fukushima (UFSCar)
  • “Vamos lá falar”: em busca de um debate sobre corrupção, democracia e participação em Moçambique. Rogério Juvêncio Ferro (USP)
  • Democracia e conservadorismos: o paradoxo da experiência democrática na sociedade brasileira conservadora. Kátia Mika Nishimura (UFRRJ, UNIFOA)
  • O processo de incorporação dos novos direitos e a consolidação da democracia no Brasil. Mariele Troiano (UFSCar); Camila Risso Sales (UFSCar)
  • La construcción de la plurinacionalidad y la democracia intercultural en Bolivia. Claudia Lizarraga Aranibar (Comunidad de Estudios JAINA, UFF)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 90
3ª Sessão: Estado, cultura política e poder
Coordenador: Carlos Henrique Gileno (UNESP)
Debatedora: Masilene Rocha Viana (UFPI)
  • Mídia e política: novas bases do poder dos coronéis nas cidades médias brasileiras? Marcelo Fernandes de Oliveira (UNESP); Camilla Silva Geraldello (Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas)
  • O STF a partir do prisma midiático. Monique de Menezes (UFPI); Teresa Dias Pires (UFPI)
  • A definição das novas políticas sociais e públicas na reconfiguração do novo papel do Estado no século XXI: para além da democracia liberal-burguesa-capitalista enquanto exercício monolítico do poder político e da cidadania. Otávio Cândido (UNIFEI); Adilson Mello (UNIFEI); Othoniel Mollica (UNIFEI); Carlos Pimenta (UNIFEI)
  • Agências reguladoras no Brasil: construindo mecanismos inovadores de participação cidadã ou apenas reproduzindo instrumentos de controle social e/ou transparência? Aragon Érico Dasso Júnior (UFRGS)
  • Capital social: de elemento da cultura cívica à política de governo. André Galindo da Costa (USP)
  • Estado, vivienda y políticas publicas: la construcción de la problemática habitacional desde la perspectiva del Estado nacional argentino. Gonzalo Ibáñez Mestres (UFF)
 
Painéis
  • Os jovens e a participação: uma análise do entendimento de estudantes do ensino médio sobre política. Bruna Koerich (UFRGS); Jussemara Silva (UFRGS); Guilherme Cardoso (UFRGS)
  • Iniciativa cidadã na América Latina: uma perspectiva comparada entre Brasil e Costa Rica. Hytalo Fernandes (UFG)
  • Posicionamento e percepção da sociedade frente à temática da corrupção. Pedro Soares Fraiha (UFMG); Lucas Matos Valadares (UFMG)
  • O comportamento paradoxal dos Estados Unidos e seus reflexos nos debates sobre a reforma do sistema interamericano de direitos humanos. Marriele Alves Ferreira (UFU); Rodrigo Assis Lima (UFU)

 
ST16 Partidos políticos, sociedade civil e processos eleitorais 
 
Clique aqui para fazer o download de todos os trabalhos completos enviados para o ST
 
Dia 23/04, 3ª feira, das 14h às 17h30, sala 37
1ª Sessão: Partidos políticos, sociedade e governo
Coordenadora: Karina Pasquariello Mariano (UNESP)
Debatedora: Maria do Socorro de Sousa Braga (UFSCar)
  • A ascensão do PT e a classe trabalhadora. Francisco Pereira de Farias (UFPI)
  • A sociedade política como elemento central na relação entre movimentos sociais e governos. Charmain Levy (Université du Québec en Outaouais – UQO)
  • O Partido dos Trabalhadores entre a apropriação e a redefinição da participação popular: o deslocamento dos conflitos de classe para a disputa por modos de gestão do Estado burguês. Júlio Barassa Neto (UNESP)
  • Impacto político-partidário na difusão do Programa Segundo Tempo/Ministério dos Esportes. Edmilson Santos dos Santos (UNIVASF)
  • Judicialização da política em âmbito local: um estudo sobre as sucessivas intervenções judiciais no executivo municipal de Campos dos Goytacazes entre 2004 e 2011. Marcus Cardoso da Silva (UENF)
  • A república nos descaminhos do municipalismo. Francisco José Araújo (UEMA)
 
Dia 24/04, 4ª feira, das 14h às 17h30, sala 89
2ª Sessão: Dinâmicas eleitorais e poder político
Coordenador: Bruno Souza da Silva (UNICAMP) 
Debatedora: Karina Pasquariello Mariano (UNESP)
  • O voto no Brasil: uma reflexão acerca da participação dos eleitores. Angélica Lyra de Araújo (UNESP); Ângela Maria de Sousa Lima (UNESP, UEL)
  • Encuestas electorales y voto de los ciudadanos: un estudio sobre su posible influencia. Carlos Fernando De Angelis (Universidad de Buenos Aires – UBA)
  • Poliarquia e policy making: modelos de análise de governança eleitoral. Vitor Marchetti (UFABC); Daniella Cambaúva (UFABC)
  • Atenção à saúde, governo e eleições: etnografia de uma política pública de atendimento à saúde na Encosta da Serra Gaúcha. Everton de Oliveira (UFSCar)
  • A relação entre candidaturas “laranjas” e a lei de cotas por gênero. José Sérgio Martins Juvêncio (UFC)
  • Território dos deputados: dinâmica eleitoral e participação política em Tauá-CE. José Raulino Júnior Chaves Pessoa (Unicamp)
 
Dia 25/04, 5ª feira, das 14h às 17h30, sala 89
3ª Sessão: Movimentos sociais e sociedade civil
Coordenadora: Daniela Theuer Linke (UFABC)
Debatedor: Dagoberto Fonseca (UNESP)
  • Uma cartografia da atuação de organizações da sociedade civil no fortalecimento da democracia. Mariana de Castro Moreira (UFRJ)
  • Movimentos sociais transnacionais: a luta por direitos humanos e justiça social global. Alan Rangel Barbosa (UFBA)
  • Penalização a céu aberto, convocação à participação e protagonismo juvenil. Acácio Augusto (PUC-SP, FASM)
  • Juventude e configurações identitárias na vida cotidiana: um olhar socioantropológico a partir da invenção do Hip Hop. Cássio de Albuquerque Maffioletti (UFRGS)
  • Análisis de la construcción de redes sociales vecinales en barrios guetificados. Andrea Bahamondes Canales (Universidad Católica Silva Henríquez, Universidad de Playa Ancha)
  • “As presidentas”: participação feminina na gestão de associações rurais no município de Aracati/CE. Luiz Carlos Siqueira (URCA, Instituto Flor de Mandacaru-IFM); Luiza Carvalho Siqueira (URCA, IFM); Ana Ester Angelim (IFM); Samuel Aquino Holanda (IFM)
 
Painéis
  • Mídia e polícia na (des)construção do movimento punk paulistano. Flávia Lucchesi (PUC-SP)
  • O Instituto Ethos e sua influência global na conduta socialmente responsável tida como necessária e desejável. Hannah Maruci (PUC-SP)
  • Movimentos brasileiros antiglobalização. O Fórum Social Mundial: capturas e resistências na sociedade de controle. Maria Raquel Santos Simão (PUC-SP)
  • Partido Verde: governamentalidade e dispositivo ambiental. Vítor Osório (PUC-SP)